Vírus, seres vivos ou não?

Posted on

Explique por que os vírus são caracterizados como parasitas e a importância da relação deles com os seres vivos.

Os vírus (do latim “veneno” ou “toxina”) são parasitas obrigatórios dos seres vivos. De todas as espécies de seres vivos que são conhecidos atualmente, ou seja, mais de 1 milhão e 700 mil espécies, cerca de 3.600 delas são vírus. Entre as doenças causadas pelos vírus nos humanos o destaque vai para o vírus da gripe, varicela, dengue, hepatite, caxumba, varíola, raiva, rubéola, herpes e outros. Podemos então dizer que as : •doenças transmissíveis,são causadas somente por seres vivos, chamados de agentes infecciosos ou parasitos. Embora a maioria dos cientistas considerem os vírus como seres vivos, Doenças provocadas por vírus Como parasitas, os vírus provocam muitas doenças nos seres vivos. b) Os vírus atendem às premissas fundamentais da teoria celular e por isto são considerados seres vivos. Se tomarmos isso como definição, os vírus não podem ser considerados seres vivos, pois não têm nem metabolismo nem lei de correspondência. 4   4 – A capacidade de evoluir é uma propriedade comum aos vírus e aos seres vivos.

Vírus, seres vivos ou não?

  • Células Vegetais (com cloroplastos e com parede celular; normalmente, apenas, um grande vacúolo central)
  • Células Animais (sem cloroplastos e sem parede celular; vários pequenos vacúolos)

(UEPB) Os vírus já foram chamados de “inimigos públicos no 1” dos seres humanos.

(PUC-PR) Vírus é uma “entidade biológica” que pode infectar organismos vivos. (UNIFAL)  Os estudos sobre as formas de replicação dos vírus intensificaram-se nos últimos anos, objetivando encontrar meios mais eficientes de prevenção e tratamento de doenças virais nos seres humanos. 1) (UNIFAL/2008)  Os estudos sobre as formas de replicação dos vírus intensificaram-se nos últimos anos, objetivando encontrar meios mais eficientes de prevenção e tratamento de doenças virais nos seres humanos. Com relação aos vírus que infectam eucariotos, assinale a alternativa INCORRETA: a) Alguns vírus são capazes de infectar células animais e vegetais, multiplicando-se em ambos os organismos. e) Morcegos hematófagos e roedores são exemplos de vetores de vírus que infectam seres humanos. b) (  ) Vírus são agentes causadores de várias doenças em seres humanos. d) ser amplamente aplicada em animais, visto que esses são os principais transmissores do vírus para os seres humanos. Dizemos que todos os seres vivos são formados por células, com exceção dos vírus, sendo conhecidos desde formas unicelulares até formas pluricelulares. Podemos então considerar, para o organismo unicelular ou pluricelular, que a célula é a unidade estrutural e funcional dos seres vivos.

Entre matéria bruta e seres vivos, os vírus apresentam características de ambos os tipos

  • Protozooses: doenças decorrentes de protozoários, seres eucariontes unicelulares, como a amebíase, a tripanossomíase, leishmanioses, giardíase, tricomoníase, a malária, a toxoplasmose e balantidiose.
  • Helmintoses
  • Ectoparasitoses

Os vírus estão no limiar entre a matéria bruta e os seres vivos, apresentando características de ambos os tipos.

Por estes motivos, os vírus são considerados “agentes infecciosos”, ao invés de seres vivos propriamente ditos. Em função da existência deste estágio independente das células no ciclo biológico viral, algumas pessoas consideram os vírus como “organismos vivos” ou “formas de vida”. Embora a maioria dos cientistas considerem os vírus como seres vivos, estes não são enquadrados em nenhum dos cinco grandes reinos. Como parasitas, os vírus provocam muitas doenças nos seres vivos. 08) Os vírus também causam várias doenças aos animais e às plantas. (32) A capacidade de evoluir é uma propriedade comum aos vírus e aos seres vivos. Os vírus, apesar de não possuírem organização celular, podem ser considerados seres vivos, porque: a) são constituídos de proteínas; Vírus é uma entidade biológica que pode infectar organismos vivos. Sobre os vírus pode-se dizer que: A) Possuem características fundamentais dos seres vivos, como estrutura celular, capacidade de reprodução e de sofrer mutações.

Vírus: seres vivos ou seres não vivos?

  • Trichomonas vaginalis que se aloja na mucosa vaginal provocando doenças na genitália feminina;
  • Trypanosoma cruzi que causa a doença de Chagas;
  • Trypanosoma brucei que causa a doença do sono.

Quero referir que os vírus utilizam as células e através da sua actividade danificam o organismo do hospedeiro podendo provocar danos permanentes ou mortais.

Mas vamos lá definir o que são e avançar mais alguns elementos: Vírus é uma partícula proteica que pode infectar organismos vivos. Das 1.739.600 espécies de seres vivos existentes, os vírus representam 3.600 espécies. Alguns causam doenças em seres vivos, como a aids (veja a imagem acima, que representa o modelo do vírus HIV criado em computador), a gripe, o sarampo e a rubéola. Todos os seres vivos carregam em suas células as duas moléculas, mas não os vírus. Eles dependem de um ser vivo para reprodução,metabolismo… Os vírus são organismos muito simples. Por este fato, existem grandes debates na comunidade científica que envolve a questão: os vírus são seres vivos? O vírus necessita desses componentes e, ele os encontram nas células dos seres vivos! Das 1.739.600 espécies de seres vivos conhecidos, os vírus representam 3.600 espécies. Vírus é uma partícula basicamente proteica que pode infectar organismos vivos.

Os vírus distinguem-se de todos seres vivos por que a) são parasitas b) têm células procarioticas c)não estrutura celular d)não têm proteínas em sua constituição

Muitos dos organismos unicelulares são os responsáveis pelo desenvolvimento de doenças graves, que podem levar a morte de outros seres vivos.

O inverso também é possível, como o vírus da varíola, que é capaz de infectar humanos, mas não outros seres vivos. Existem cerca de 21 famílias de vírus capazes de provocar doenças nos seres humanos. Neste artigo vamos explicar de forma rápida e resumida o que é um vírus, como ele causa danos aos seres humanos e quais são as principais doenças de origem viral. Se quiser ler um artigo semelhante sobre bactérias, acesse: – DOENÇAS CAUSADAS POR BACTÉRIAS Para a maioria da comunidade científica, os vírus não são considerados seres vivos. Fonte: bvsms.saude.gov.br O que diferencia os vírus de todos os outros seres vivos é que eles são acelulares, ou seja, não possuem estrutura celular. Muito se tem discutido a respeito da questão: os vírus são ou não são seres vivos? O que de mais adequado se pode dizer é que os vírus são agregados moleculares de relativa simplicidade, se comparados com os seres vivos. Existem doenças graves provocadas pelos vírus, como existem doenças banais, benignas, sem nenhuma complicação para os seres humanos. Fonte: www.lacle.com.br Vírus são seres parasitas intracelulares obrigatórios que diferem de todos os outros seres vivos por serem acelulares. Fonte: www.drauziovarella.com.br Os vírus são seres muito pequenos e simples, considerados parasitas por infectarem células de bactérias, protozoários, fungos, plantas e animais. A gripe é apenas uma das doenças causadas por vírus que pode infectar os seres humanos. Foto: Reprodução Dentro da comunidade científica, existe um debate a respeito dos vírus serem seres vivos ou seres não vivos. Por estes motivos e alguns outros, os vírus são considerados agentes infecciosos e não seres vivos. Isso mesmo, existem fungos que são parasitas, isto é, que obtêm nutrientes de outros seres vivos, prejudicando-os, causando doenças ou até a morte de plantas e animais, inclusive seres humanos. Os vírus, bactérias, protozoários e fungos estão englobados na categoria de microrganismos, seres vivos que só podem ser visualizados com a ajuda de um microscópio. Os vírus são os únicos microoganismos da lista que não se enquadram na classificação de seres vivos, mas sim de estrutura celular.A estrutura desses microorganismos é bastante simples.